A ciência da gestão de produto

Melissa Perri - 27/03/2019 Traduzido por: Leonardo Eloi

Nos últimos cinco anos, eu treinei mais de 5.000 gestores de produto que eram novos na área. Estes treinamentos ocorreram em todo tipo de lugar, grandes empresas, pequenas, online e pessoalmente.


Embora este trabalho tenha sido incrivelmente recompensador, ele também me deixou um pouco confusa.


Por quê?


Porque ano após ano eu recebia as mesmas perguntas.


“Como faço para colocar isso no JIRA?”

“Qual é a diferença de história de usuário e uma tarefa?”

“Por que eu me importaria com a satisfação do meu usuário quando estou desenvolvendo um produto que ele precisa usar?”


Uma grande gestor de produto que treinei em um de meus clientes outro dia me disse:


“Meus colegas estão usando seu treinamento como uma arma contra mim. Sempre que tento nos fazer avançar, eles voltam e dizem com uma certa condescendência: Bem, você realmente escreveu isso no formato “Jobs to Be Done”? Eu sei qual é o problema. Nós pesquisamos isso. Eu experimentei. Eu tenho dados. Eu validei isso. Quem se importa se eu escrevo isso no formato “Jobs to Be Done”? ”


Eu assegurei a ela, eu não me importo. E eles não deveriam se importar. Esses movimentos, essas frameworks, foram feitos para ensinar você a pensar. Eles eram um meio para um fim, não o objetivo final em si. Tudo isso são rodinhas de uma bicicleta. Como eles podem ajudá-la a entender melhor seu trabalho, para que você possa FAZER seu trabalho melhor?


O objetivo da gestão de produtos não é colocar as coisas no JIRA em um formato específico, usar um framework específico para escrever objetivos ou certificar-se de que seus desenvolvedores tenham backlogs cheios de coisas para fazer. O objetivo da gestão de produtos é criar produtos que tragam valor e que os seus usuários adorem.


É aí que entra a verdadeira ciência da gestão de produtos.


A ciência trata de compreender os padrões para que se possa desenvolver produtos que as pessoas adorem do ponto de vista estratégico. Essas são coisas que minha equipe e eu temos explorado enquanto trabalhamos com empresas em estágio de crescimento. Algumas das perguntas que nos fazemos diariamente são:


  1. Como definimos o preço e empacotamos o nosso produto para que os clientes comprem mais e possamos aumentar nossa receita?

  2. Como integramos uma empresa que acabamos de adquirir para multiplicar nosso valor para os clientes?

  3. O que precisamos mudar em nossos produtos para expandirmos geograficamente para uma nova área?

  4. Como definimos o workflow do produto e analisamos os dados para tornar a vida de nossos usuários mais fácil?

  5. Como adaptamos nossos produtos para entrar no mercado corporativo após ter ficado focados em pequenas e médias empresas?

  6. Como retemos melhor os usuários?

  7. Como olhamos para os nossos custos e receitas, os alinhamos com nossos produtos, para determinar quais são nossos objetivos estratégicos e assim planejar a capacidade do time?


Estas são as perguntas que precisamos nos fazer como gestores de produto... todos os dias.


Claro, não podemos fazer isso se não nos assemelharmos com uma equipe de produto de verdade. É por isso que escrevi Escaping the Build Trap (livro sem tradução para o português), para ajudá-lo a entender o que você precisa fazer para evoluir com sua equipe de produtos e fazê-la funcionar bem. É o manual de operações para gestão e equipes de produto.


Depois de entender isso, você precisa seguir em frente para resolver os problemas mais difíceis - como podemos vencer? Como podemos crescer? Como agradamos os usuários? Nossa operação enquanto equipe de produto deve ser tão suave e sólida, que tudo funciona bem em segundo plano e nós podemos nos concentrar na verdadeira ciência do produto.


Portanto, se você está ampliando ou transformando uma equipe de produto, certifique-se de que seus resultados e indicadores de sucesso para esse trabalho estejam alinhados, para que você possa ser capaz de fazer a parte importante da gestão do produto: desenvolver produtos que tragam valor e que seus usuários amam.


Você saberá que chegou lá quando puder parar de falar sobre como fazemos as coisas para começar a falar do porquê estamos fazendo as coisas.


Se você leu Escaping the Build Trap, fique atento para mais postagens sobre como fazer as coisas sobre as quais falamos no livro, incluindo como desenvolver uma ótima estratégia de produto e outras coisinhas relacionadas a ciência da gestão de produto.

Artigo original: https://bit.ly/2ITMwpL

© 2021 por Product Guru's.